Investimento
Logística “é um setor particularmente interessante para investir”
Até agora considerado um setor «estático», o mercado de industrial e logística ganhou nova dinâmica na pandemia e está a captar cada vez mais as atenções dos investidores internacionais. Portugal não é exceção.
logística centro de distribuição.jpg

As palavras são de João Cristina, Head of Country da Merlin Properties, que está a desenvolver a Plataforma Logística Lisboa Norte, que considera que «a logística é tradicionalmente mais fraca em Portugal, mas a verdade é que é hoje um setor particularmente interessante para investir». Contrapõe este setor ao retalho ou aos escritórios, que estão a ser muito mais impactados pela pandemia.

Sérgio Saraiva, da Baía do Tejo, é testemunha disso mesmo: «é um setor que não sofreu muito, e tivemos até uma ligeira subida ao nível do número de clientes. A atividade não se ressentiu» com a pandemia. João Cristina identifica que «esta “desglobalização” faz com que os operadores repensem as suas cadeias de distribuição». Por isso, a Merlin está «a olhar com muita atenção para este mercado logístico».

O responsável falava na 32ª Executive Breakfast Session, organizada pela APPII via Zoom, dedicada ao tema “What about logistics?”, a primeira vez que este setor justificou uma discussão dedicada neste fórum, sinal da sua maior atratividade. Leonardo Peres, Diretor da M7 em Portugal, moderou esta discussão em conjunto com o vice-presidente da associação, Hugo Santos Ferreira, apontando que, devido ao crescimento do ecommerce, «a logística tem vindo a sofrer alterações, e as supply chains mais tradicionais têm vindo a ser impactadas pelo seu desenvolvimento tecnológico. O ecommerce veio rasgar a lógica de previsibilidade, e coloca uma pressão adicional nestas cadeias». Por outro lado, lembra, «os consumidores querem as coisas em suas casas em poucas horas, e não aceitam a não existência de um produto em stock. Haverá uma maior tendência para o nearshoring», prevê.

Laurent Jayr, Head of Development Spain & Portugal da Panattoni, que se dedica especialmente à operação de edifícios logísticos, atesta que «há cada vez mais apetite dos investidores no mercado (...)

Leia o artigo completo aqui