Escritórios
Desafio do imobiliário é “desenhar a experiência” no “próximo normal”
Na hora de regressar ao escritório e de «criar lugares», e não apenas espaços, a cultura das organizações será determinante para definir a forma como as pessoas vão usar os espaços.
16/09/2021
Almoço VI  15 set.jpg

Nunca o imobiliário teve tantas variáveis para considerar na hora de criar o seu produto. «Desenhar a experiência» dos espaços «é o principal desafio do futuro».

Quem o diz é Duarte Cardoso Ferreira, da CBRE, que foi um dos oradores convidados do Almoço Conferência “O Imobiliário no Novo Normal – O que Mudou?”, organizado esta semana pela VI e pela APPII em Lisboa, que fala num «próximo normal», onde se aceita a continuidade da mudança. Porque depois da pandemia, «fica provado que a mudança vai ser permanente».

Duarte Cardoso Ferreira alerta para a importância da experiência no imobiliário, nomeadamente na área dos escritórios, numa altura em que o trabalho híbrido, que não é novo, será normal. «Vai exigir espaço de trabalho também híbrido, e não vai existir uma solução que sirva a todos». Alerta que «é preciso pensar como trazer as pessoas para esses espaços», e para desenhar essa experiência «é preciso conhecer (...)

Leia mais aqui...