Habitação
Habitação em Lisboa: Rendas sobem 1,8% em 2021
A renda média contratada em Lisboa atingiu os 12,9 euros por metro quadrado, e os 10,5 euros no Porto. A nível nacional, as rendas subiram 3,1% no ano passado.
28/02/2022
habitação eur.jpeg

As rendas das casas em Lisboa registaram um aumento de 1,8% no ano passado, voltando a terreno positivo.

De acordo com os resultados apurados pela Confidencial Imobiliário no âmbito do Índice de Rendas Habitacionais, esta é uma forte recuperação face ao comportamento de descida de -16,8% registado em 2020, e superior à subida anual de 2019 de 1,4%.

Segundo a Ci, depois de um ciclo de fortes crescimentos em cadeia, desde meados de 2018 que a subida trimestral das rendas em Lisboa foi perdendo força, entrando mesmo em terreno negativo no 3º trimestre de 2019, com uma variação de -1,4%, e apresentando sucessivas descidas trimestrais até ao início de 2021. No 2º semestre do ano passado, as rendas estabilizaram em termos trimestrais -0,1%, e nos dois trimestres seguintes evidenciaram subidas em cadeia acima dos 2,5%, que resultou num desagravamento da variação homóloga ao longo do ano.

Na capital, a renda média contratada atingiu os 12,9 euros por metro quadrado.

Por outro lado, no Porto as rendas continuam a descer, -2,1% em 2021, apesar de ser uma descida menos acentuada que os 4,5% registados em 2020. Na Invicta, as rendas começaram a recuperar no último trimestre de 2021, com uma subida trimestral de 3,5%, a primeira variação trimestral positiva do último ano e meio.

No mercado do Porto, a renda média contratada em 2021 fixou-se nos 10,5 euros por metro quadrado.

A nível nacional, as rendas subiram 3,1%, variação que compara com os -0,7% de 2020. Em termos trimestrais, as rendas foram «perdendo fôlego» ao longo do ano. Voltaram a terreno positivo no 2º trimestre, com uma subida de 3,5%, mas as variações em cadeia foram abrandando para 1,4% no 3º trimestre e 0,4% no último trimestre do ano.

Fonte: Vida Imobiliária