Promoção
Habitat Invest lança novo projeto nas Avenidas Novas
A zona das Avenidas Novas, mais precisamente o nº293 da avenida 5 de Outubro, em Lisboa, é a morada do novo Linea Residences, o mais recente projeto residencial da Habitat Invest.
habitat invest fachada-com-tela.jpg

Com arranque de obra e de comercialização previsto para o último trimestre deste ano, o Linea Residences resulta da conversão de um antigo edifício de escritórios e comércio construído na década de 1980, num moderno condomínio residencial com 36 apartamentos.

Através de um projeto de reconversão assinado pelo ateliê Contacto Atlântico, do arquiteto André Caiado, «a uma arquitetura datada, numa visão de “solidez” construtiva muito em voga na época, pouca orientada para rasgos criativos, vai suceder um condomínio residencial, que assentará na manutenção das volumetrias existentes, mas cortando com a estética pré-existente, através da abertura de vãos nas fachadas e da oferta alargada de varandas, terraços, jardins e piscinas privativos», revela a promotora.

Com nove pisos acima do solo, o Linea Residences contará com 36 apartamentos nas tipologias T1 a T4, incluindo duas penthouses T4, com acesso a terraço privativo no topo do edifício e com piscina. Haverá também dois apartamentos T3 «que funcionarão como duas moradias no centro da cidade, com terraços, jardins, piscina privativa e acesso à garagem através de elevador próprio», destaca a Habitat Invest.

Todos os apartamentos beneficiarão de lugares de garagem – com a possibilidade de carregamento elétrico de viaturas – e arrecadação. O empreendimento contará com portaria, para acolher serviços de vigilância e controlo de acessos, ginásio, piscina interior aquecida, sauna, balneários e jardins exclusivos.

Em nota enviada à Vida Imobiliária, a Habitat Invest explica que «a proximidade do mega-projeto de Entrecampos (Feira Popular)m o facto de se encontrar inserido numa zona nobre e central da cidade, com fácil acesso às principais vias de entrada em Lisboa e ao aeroporto e também as próprias caraterísticas físicas do imóvel, constituíram o “mix” ideal para projetar um empreendimento residencial único nesta zona de Lisboa».

Fonte: Vida Imobiliária