Habitação
Licenciamentos de habitação descem 1,3% até novembro
A descida de 8,1% na emissão de licenças para obras de reabilitação contribuiu significativamente para este resultado.
construção charles-Za9oagRJNLM-unsplash.jpg

Entre janeiro e novembro de 2020, foram emitidas 15.004 licenças para construção de edifícios habitacionais, numa descida de 1,3% face a 2019.

A Síntese Estatística da Habitação da AICCOPN mostra que esta descida resulta de uma subida de 0,7% no número de licenças emitidas para construção nova e de uma diminuição de 8,1% nas licenças para obras de reabilitação urbana.

No que diz respeito ao licenciamento de fogos em construções novas, a descida homóloga foi de 3,2%, num total de 22.315 alojamentos.

No mês em questão, é de salientar o aumento expressivo do consumo de cimento no mercado nacional, que subiu 27,8% face a igual mês de 2019, elevando o total consumido nos primeiros 11 meses do ano para cerca de 3,3 milhões de toneladas, mais 10,9% que o acumulado do mesmo período de 2019.

Em novembro, o novo crédito concedido para aquisição de habitação totalizou os 1.113 milhões de euros, mais 13,8% que em igual mês do ano anterior, e um novo máximo do ano. No acumulado do ano, foram concedidos 10.186 milhões de euros para compra de casa, mais 7,1% que no período homólogo. O valor mediano de avaliação bancária subiu 6,3% em termos homólogos nesse mês, para os 1.144 euros/m².

Fonte: Vida Imobiliária