Reabilitação Urbana
Lisboa, Porto, Braga, Guimarães e São Pedro do Sul vencem Prémio Nacional de Reabilitação Urbana
Os vencedores da edição de 2021 do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana foram ontem conhecidos na cerimónia de entrega que se realizou no Parque dos Poetas, em Oeiras.
08/07/2021
pnru-070721_I3A3904.jpg

Já são conhecidos os vencedores do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2021, ontem anunciados ao final do dia, numa cerimónia que decorreu no Parque dos Poetas, em Oeiras, cidade anfitriã desta edição do prémio.

Este ano, Lisboa acolhe os melhores projetos nas áreas residencial, de restauro, reabilitação estrutural e sustentabilidade. O Porto, por seu turno, recebe o melhor projeto de reabilitação para o turismo, Guimarães distingue-se na reabilitação de comércio & serviços, São Pedro do Sul acolhe a melhor reabilitação na área de impacto social e Braga o melhor projeto de reabilitação com menos de 1.000 m2. A estas categorias acrescem ainda as distinções para o melhor projeto no contexto da cidade de Lisboa e o melhor no contexto do Porto.

Conheça a lista completa dos vencedores do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2021:

PRÉMIO NACIONAL DE REABILITAÇÃO URBANA 2021 – RESIDENCIAL

266 Liberdade (Lisboa)

PRÉMIO NACIONAL DE REABILITAÇÃO URBANA 2021 - COMERCIAL & SERVIÇOS

Universidade das Nações Unidas (Guimarães)

PRÉMIO NACIONAL DE REABILITAÇÃO URBANA 2021 – TURÍSTICO

Torel Palace Porto (Porto)

PRÉMIO NACIONAL DE REABILITAÇÃO URBANA 2021 - IMPACTO SOCIAL

Termas Romanas de São Pedro do Sul (São Pedro do Sul)

PRÉMIO NACIONAL DE REABILITAÇÃO URBANA 2021 – CIDADE DE LISBOA

266 Liberdade (Lisboa)

PRÉMIO NACIONAL DE REABILITAÇÃO URBANA 2021 – CIDADE DO PORTO

Boavista Office Center (Porto)

PRÉMIO NACIONAL DE REABILITAÇÃO URBANA 2021 – INTERVENÇÃO INFERIOR A 1000 M2

Casa na Praça Mouzinho de Albuquerque (Braga)

PRÉMIO NACIONAL DE REABILITAÇÃO URBANA 2021 – INTERVENÇÃO DE RESTAURO

Casa dos 24 - Igreja de São José dos Carpinteiros (Lisboa)

PRÉMIO NACIONAL DE REABILITAÇÃO URBANA 2021 - REABILITAÇÃO ESTRUTURAL

Castilho 203 (Lisboa)

PRÉMIO NACIONAL DE REABILITAÇÃO URBANA 2021 - SUSTENTABILIDADE

Liberdade 12 (Lisboa)

O Prémio Nacional de Reabilitação Urbana é organizado pela Vida Imobiliária e pela Promevi, e é uma das mais relevantes iniciativas de premiação da excelência no setor imobiliário português, assinalando agora a sua 9ª edição, que recebeu um número recorde de 87 candidaturas oriundas de 23 concelhos do país, apesar do contexto pandémico.

Os vencedores foram eleitos por um júri independente constituído por cinco personalidades das áreas de engenharia, arquitetura, economia e do imobiliário, nomeadamente: o economista João Duque, os arquitetos João Carlos Santos e João Santa-Rita, e o engenheiro e líder associativo Manuel Reis Campos, contando este ano com a estreia do professor Raimundo Mendes da Silva, Doutorado em Engenharia Civil e Coordenador do projeto “Reabilitar como Regra”. O Prémio na área da Sustentabilidade contou com a assessoria técnica da Adene e da Savills.

A concurso estiveram dez categorias, sendo elegíveis projetos concluídos entre 1 de janeiro de 2019 e 31 de dezembro de 2020, desde que não tenham sido candidatos em edições anteriores do Prémio. As categorias a concurso incluem: 1) Cidade de Lisboa; 2) Cidade do Porto; 3) Impacto Social; 4) Residencial; 5) Turismo; 6) Comércio & Serviços; 7) Reabilitação Estrutural; 8) Restauro; 9) Intervenção inferior a 1.000 m2; 10) Sustentabilidade.

O PNRU conta com o Alto Patrocínio do Governo de Portugal, concedido através da Direção Geral do Património Cultural, entidade tutelada pelo Ministério da Cultura. Esta é uma iniciativa à qual a SECIL se associa de forma ampla e que reúne um vasto apoio do setor empresarial, institucional e da sociedade civil. Conta com os apoios da Schmitt+Sohn Elevadores, Savills e Victoria Seguros na categoria platina; da Sanitana, da Revigrés e Neuce na categoria ouro.

O Prémio Nacional de Reabilitação Urbana reconhece anualmente os melhores projetos de reabilitação e requalificação urbana desenvolvidos em Portugal, tendo distinguido mais de 70 projetos desde a sua criação, em 2013. A concurso, desde então, estiveram já mais de 500 projetos, com o número de candidaturas a crescer, em média, 15% a cada nova edição e provando, assim, que a reabilitação veio para ficar.

Saiba mais sobre o PNRU.

Fonte: RE Portugal