Habitação
Preços das casas aumentaram 80% desde 2010
Entre 2010 e o terceiro trimestre de 2022, as rendas aumentaram 18% na União Europeia.
11/01/2023
casas

Os preços das casas aumentaram mais do que as rendas, em 19 Estados-membros da União Europeia, desde 2010. De acordo relatório do Eurostat divulgado esta terça-feira, no espaço de 12 anos, os preços das casas subiram em 24 Estados-membros da UE e caíram apenas em três. Entre 2010 e o terceiro trimestre de 2022, os preços das casas aceleraram 49%.

Entre os Estados-membros, Portugal situa-se na 11º posição, no que respeita aos maiores aumentos registados nos preços das casas no período em análise, com uma subida de 80,54%.

Os maiores aumentos, entre 2010 e terceiro trimestre de 2022, foram observados na Estónia (+199%), seguida pela Hungria (+174%), Luxemburgo (+140%), Lituânia (+137%), Letónia (+134%). Grécia (-22%), Itália (-9%) e Chipre (-0,3%) apresentaram os maiores recuos.

De acordo com um relatório da Moody’s, os preços das casas podem cair até 3% em 2023.

Rendas aumentam progressivamente desde 2010

Desde 2010 até ao terceiro trimestre de 2022, as rendas aumentaram 18% na União Europeia. No terceiro trimestre de 2022, as rendas das casas na UE registaram um aumento de 2,1%.

As rendas aumentaram em 26 Estados-membros e recuaram somente num. Os maiores aumentos nas rendas observaram-se na Estónia (+233%) e Lituânia (+151%), sendo que a única descida registou-se na Grécia (-24%).

Esta quarta-feira, o INE indiciou que as rendas das casas voltaram a subir em dezembro de 2022: a variação homóloga foi de 3,3%.

Fonte: Vida Imobiliária