Habitação
Rendas das casas subiram 3,3% em dezembro
No último mês de 2022, todas as regiões registaram variações homólogas positivas das rendas de habitação, segundo o INE.
11/01/2023
casas

As rendas das casas voltaram a subir em dezembro de 2022: a variação homóloga foi de 3,3%, de acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística publicados esta quarta-feira. No mês de novembro a variação homóloga foi de 3,2%.

Todas as regiões registaram variações homólogas positivas das rendas de habitação, aponta o INE, complementando que Lisboa e os Açores apresentaram o aumento mais intenso (3,6%).

«O valor médio das rendas de habitação por metro quadrado registou uma variação mensal de 0,2%, taxa inferior em 0,1 p.p. à do mês anterior», indica o INE.

A Madeira assinalou a variação mensal positiva mais elevada, com uma taxa de 0,4%. O Instituto Nacional de Estatística frisa que nenhuma região apresentou uma variação negativa no respetivo valor médio das rendas de habitação.

Conjunto do ano 2022

No que toca ao conjunto do ano de 2022, a variação média anual do valor das rendas de habitação por metro quadrado de área útil estabeleceu-se em 2,7%, sendo que, em 2021, era de 1,8%. A capital registou a variação média mais elevada (2,9%), tendo todas as restantes regiões do país apresentado variações positivas.